Por Ana Bottallo

Na mitologia nórdica, a serpente Jörmungandr (lê-se ior-mun-gand) é tão grande que ela deu a volta na Terra e mordeu o próprio rabo. Quando ela soltar seu rabo, iniciará o Ragnarök, ou o Dia Final.

As cobras-de-duas-cabeças estão na mente das pessoas desde as mais antigas civilizações. Além da nórdica, a cobra que morde o próprio rabo na mitologia asteca é chamada de Oroboro, e representa o infinito. Seres capazes de morder o próprio rabo, de andar para trás e para frente ou até mesmo de cuspir fogo pelas duas extremidades sempre estiveram no imaginário popular.

copperhead
Cobra de duas cabeças encontrada em residência na Virginia, Estados Unidos. Foto: The Wildlife Center of Virginia/Divulgação.

O lagarto ápode – isto é, sem patas – conhecido como anfisbena é também chamado de cobra-de-duas-cabeças, e a origem grega do nome (Amphisbaena) indica um animal capaz de “ir para os dois lados”. Além disso, a Medusa era conhecida por sua cabeça cheia de cobras que, na mitologia, se alimentavam de maneira independente mas eram todas conectadas à cabeça da Medusa.

Porém, a notícia divulgada na última segunda (24) pelos principais jornais globais de uma cobra-de-duas-cabeças encontrada em Woodbridge, Virginia, nos Estados Unidos, traz o imaginário para a realidade. Muitas pessoas se perguntaram se é possível mesmo ou se aquilo é fake news.

Mutações genéticas e principalmente “falhas” no desenvolvimento embrionário podem, sim, resultar em indivíduos unidos de alguma forma. Isso não é tão comum assim na natureza, porém não é tão raro. A surpresa, no entanto, é que esses animais raramente sobrevivem e, mais ainda, a uma idade “desenvolvida”.

A serpente encontrada em uma residência na Virginia é da espécie Agkistrodon contortrix, também conhecida como serpente-mocassim-cabeça-de-cobre ou copperhead. Essa espécie, da família dos viperídeos, é peçonhenta e muito comum em todo o território norte-americano desde a costa leste até a região dos Grandes Lagos (com exceção da Flórida).

copperhead2
Cobra de duas cabeças encontrada na Virginia. Foto: The Wildlife Center of Virginia/Divulgação.

O animal foi levado para o The Wildlife Center of Virginia, onde foi feita uma radiografia. Os pesquisadores e especialistas veterinários que examinaram a serpente informaram que o seu lado dominante é o esquerdo, e que ambas as cabeças dividem o mesmo coração e pulmões.

two headed cooperhed (2)
Radiografia da cobra de duas cabeças realizada no Wildlife Center of Virginia. Foto: The Wildlife Center of Virginia/Divulgação.

Uma nota divulgada pelo instituto, no entanto, informa que a cobra (ou as cobras?) está agora sob os cuidados de um herpetólogo do Estado, chamado JD Kleopfer, que se pronunciou publicamente em seu Facebook sobre o fato e tem reportado o seu dia-a-dia. Caso o animal venha a óbito nos próximos meses, seu organismo será doado para fins educativos.

two_headedsnake
Cobra touro de duas cabeças do zoológico de St. Louis. Foto: Arquivo do Zoológico de St. Louis.

Um outro caso, ocorrido na década de 80 quando o zoológico de St. Louis recebeu um indivíduo de cobra touro de duas cabeças, deixou muitos herpetólogos surpresos pois o animal não só conseguiu sobreviver como viveu por dois anos e meio. Nesse caso, a cabeça dominante era a direita e era preciso separa-las com um pedaço de cartolina na hora da alimentação para que uma não atacasse a outra.

 

Mais links para conhecimento:

https://edition.cnn.com/2018/09/23/us/two-headed-copperhead-virginia-trnd/index.html

https://www.washingtonpost.com/local/rare-two-headed-copperhead-snake-found-in-virginia/2018/09/24/e69140cc-bfe4-11e8-9005-5104e9616c21_story.html?noredirect=on&utm_term=.380aa1695a59

https://g1.globo.com/natureza/noticia/2018/09/24/a-cobra-de-duas-cabecas-encontrada-no-jardim-de-uma-casa-nos-eua.ghtml

https://en.wikipedia.org/wiki/Jörmungandr

https://en.wikipedia.org/wiki/Double-headed_serpent

http://portal-dos-mitos.blogspot.com/2014/01/anfisbena.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Agkistrodon_contortrix

https://www.stlzoo.org/visit/thingstoseeanddo/historichill/herpetarium